Ingrid quem? E qual é a deste Blog?

“O homem é aquilo que ele ama”

A frase acima é um insight de Santo Agostinho, filósofo e teólogo do século IV, em seus estudos sobre as relações humanas (minha grande paixão). Então, se quisermos conhecer alguém não devemos perguntar o que ele faz ou o que ele tem, mas o que ele mais ama. É no amor que nos realizamos!

Agora que você sabe disso, vai entender mais sobre mim e este canal, este blog. Tudo começou na infância… ou seja, há “alguns” 30 anos atrás… talvez menos? rsrs

Sou Ingrid Siggelkow Emerick, complicada só no nome (rs) e desde criança apaixonada por pessoas. Sempre falante e risonha, eu vivia cercada de amigas. Elas viviam comigo todos os sonhos, fantasias e brincadeiras normais de criança, mas também embarcavam comigo em “roubadas”, como peças, shows da Xuxa que não ficavam entre quatro paredes e eram feitos diante de platéias, não muito grandes, mas sempre muito vibrantes e acolhedoras.

Quem ama pessoas gosta de se cercar sempre delas e, por isso, nunca gostei de brincar sozinha. Aos domingos, após o almoço na casa dos meus avós, eles, a minha madrinha e minhas tias eram convocados a brincarem comigo em uma das minhas brincadeiras prediletas: escolinha! Não creio que minha família tenha saudade desse tempo pois, sejamos francos, eu era uma professora super exigente! rsrs. Eu apagava tudo se a letra não estivesse bonita e outras coisas mais…

Ao crescer as coisas não mudaram: tanto a paixão por pessoas e o entender dessas relações permaneceram, como os amigos de infância que foram comigo para a adolescência e estão até hoje em minha vida… amo amo amo!

É por causa deste amor que quero que você leia:

“Quando a gente lhes fala de um novo amigo, as pessoas grandes jamais se interessam em saber como ele realmente é. Não perguntam nunca: Qual é o som da sua voz? Quais brinquedos que prefere? Será que ele coleciona borboletas? Mas perguntam: Qual é a sua idade? Quantos irmãos ele tem? Quanto pesa? Quanto ganha seu pai? Somente assim é que elas julgam conhecê-los.”.

Antoine de Saint-Exupéry, “O Pequeno Príncipe”

Já parou para pensar que não é assim que fazemos?

O que o autor ressalta é algo tão simples mas que adoramos complicar: somos apresentados a alguém e identificamos essa pessoa pelo que ela faz (sua carreira, normalmente) e pelo que ela tem (bens em geral, onde o conceito de ter tornou-se tão importante quanto o conceito de ser no mundo de hoje).

Sendo assim, o ser humano só seria alguém ou teria relevância pelo carro que possui, pelas conquistas financeiras que acumula, pelo que realiza como profissional, etc. E é por essa inversão de valores que muitas vezes não sabemos responder a tão simples pergunta: quem sou eu? Mas o “Pequeno Príncipe”, em sua dedicatória, nos dá uma pista:

“Todas as pessoas grandes foram crianças – mas poucas se lembram disso.”

A chave para nos conhecer está em entender o que nos move: do que gostávamos de brincar, como éramos, nossas características e, em especial, nossos valores.

Foram meus valores como amizade, amor e relacionamentos que me moveram a buscar minha primeira formação: minha graduação em teologia. Ou seja, não bastava ir a igreja, não bastava cantar no louvor e ser a responsável por ele… eu queria entender, saber mais para poder trazer palavras certas que acalentavam corações desesperançosos.

E não parou aí! Meu amor por pessoas, em ajudá-las e ouvi-las, me motivou a fazer psicologia como minha segunda graduação. Assim entrei na área de RH, para ajudar pessoas que precisavam se recolocar em sua carreiras, dando a elas oportunidades de crescer.

Foi assim que construí minha carreira desde a Alliage Consultoria, passando pela Infoglobo até a última empresa, GSK, de onde sai em 2016. São mais de 14 anos dando voz ao que amo!

Hoje atuo como coach, consultora, terapeuta, treinadora, palestrante, escritora… tudo que eu possa fazer para apoiar, ajudar, guiar e estruturar mundos e sonhos das pessoas.

Sendo assim, seja bem vindo ao meu mundo! A partir de agora, toda semana, você terá textos, histórias e dicas.

Venha caminhar comigo, pois com todo carinho do mundo eu gostaria muito de saber: quem é você?

Menu

Contatos

© Copyright 2017 | Ingrid Siggelkow® | Todos os Direitos Reservados

Redes Sociais